fbpx

Os melhores filmes de Annette Bening

Annette Bening é uma das atrizes mais respeitadas de Hollywood. Assume suas rugas (vai completar 60 anos em 29 de maio), não se incomoda em dar tudo de si em personagens muitas vezes histéricas ou antipáticas,  e busca papéis que sejam desafiadores. Foi indicada ao Oscar quatro vezes: em 1991 por Os Imorais; em 2000 por Beleza Americana, pelo qual muitos dizem que ela deveria ter sido a vencedora – Hillary Swank levou por Meninos não choram merecidamente, em minha opinião; em 2005 por Adorável Julia; e em 2011 por Minhas Mães e Meu Pai. Neste ano, novamente houve rumores que ela poderia conseguir uma  nova candidatura por sua atuação como a estrela dos anos 50, Gloria Grahame, em Estrelas de Cinema Nunca Morrem, que estreia esta semana nos cinemas. Acabou não dando, mas ela foi indicada ao BAFTA, assim como apareceu nas listas de finalistas de várias associações de críticos.

Mas creio que ela teve outros filmes e interpretações igualmente marcantes. E eu resolvi listar aqui os meus cinco favoritos, não se tratam de melhores e piores, apenas aqueles filmes da atriz que eu mais gosto de assistir , ou seja, puro gosto pessoal.

A primeira vez que me lembro de ter visto Annette foi em Bugsy (1991), filme onde ela conheceu seu futuro marido, Warren Beatty, com quem casou na época e está até hoje, colocando um ponto final em sua vida de solteirão. Baseado em um história real, a do mafioso Bugsy Siegel, que se apaixonou pela starlet Virginia Hill, e acabou sendo um dos fundadores de Las Vegas. O papel  de Virginia era para ser de Michelle Pfeiffer, que acabou deixando-o e então Annette assumiu. Virou e estrela e se casou.

Imagem relacionada

Uma de minhas comédias românticas preferidas, com um pouco de drama também, Meu Querido Presidente (1995), mostrava as complicações que acontecem quando um presidente (Michael Douglas) e uma lobista (Annette) se apaixonam numa época próxima à eleição. A direção é de Rob Reiner e o roteiro  delicioso é de Aaron Sorkin.

Resultado de imagem para annette bening the american president

Com direção de Milos Forman, Valmont é a versão menos famosa do romance Ligações Perigosas, até porque foi lançado um ano depois, em 1989. Eu realmente prefiro a versão de Stephen Frears, mas Annette está muito bem como a marquesa de Merteuil, que, ao lado de seu amante Valmont (Colin Firth), trama seduzir a jovem Madame de Tourvel (Meg Tilly).

Resultado de imagem para annette bening valmont

O papel de Annette nem era tão importante em Não Olhe para Trás (2015), mas eu adoro esse filme onde Al Pacino é um envelhecido ex-astro do rock que decide mudar de vida depois que descobre uma carta de 40 anos que John Lennon teria escrito para ele. Annette é a gerente do hotel onde ele se hospeda para repensar a vida, e logicamente, é envolvida pelo seu charme.

Resultado de imagem para annette bening and al pacino danny collins

Uma Nova Chance para Amar (2013) é um belo e triste filme sobre uma viúva (Annette) que conhece um homem que é a cara de seu falecido marido (Ed Harris), mas não conta isso a ninguém. Um filme triste, com uma das últimas participações de Robin Williams como o vizinho apaixonado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *