fbpx

Os Guardiões da Galáxia chegam ao seu Volume 2

A estreia de um filme da Marvel é sempre um grande acontecimento. Lembro quando o primeiro Guardiões da Galáxia estreou e a crítica amou, foi um enorme sucesso, com mais de 770 milhões de dólares de bilheteria no mundo. Ele não está entre os meus filmes favoritos do estúdio, mas de qualquer maneira, eu estava curiosa para ver essa sequência que estreia esta semana no cinema com o título de Guardiões da Galáxia Vol. 2. Posso dizer que este também não está entre os que mais gostei do Universo Marvel, mas sim, gostei mais que do primeiro.

James Gunn e seu elenco na Comic-Con de San Diego

O filme começa com uma introdução que apresenta um flashback com Kurt Russell, com aqueles efeitos especiais incríveis que rejuvenescem os atores. Ali já descobrimos que ele é o pai de Peter Quill/Starlord / Chris Pratt. Logo em seguida, já somos levados para uma aventura dos conhecidos heróis – Starlord, Gamora (Zoe Saldana), Drax (Dave Bautista), Rocket (voz de Bradley Cooper) e, é claro, Baby Groot (voz de Vin Diesel) –  numa luta contra um polvo enorme do espaço com dentes. É nesse momento que Baby Groot já vai a dominando o filme quando começa a dançar no meio dos créditos enquanto a luta corre solta. Ele é a coisa mais fofa deste mundo!!! E também com certeza foi o dinheiro mais fácil que Vin Diesel já ganhou na vida, já que ele só tem que falar “ I am Groot” todo o tempo.

A história fala sobre conflitos familiares. Starlord descobre seu pai biológico, e por incrível que pareça também a verdade sobre seu pai adotivo. Gamora e a irmã Nebula (Karen Gillan) também têm que enfrentar seu relacionamento difícil. E todos eles reconhecem que essa família que formaram é mais forte que tudo. Além disso, eles ainda têm que fugir de novos inimigos. O filme tem boas cenas de luta, momentos divertidos, várias participações especiais, além de Sylvester Stallone (que provavelmente terá um papel maior em Guardiões da Galáxia 3), também tem Miley Cyrus, como a voz do computador (Mainframe), Rob Zombie como um guerreiro, e é claro, Stan Lee, como um astronauta. Infelizmente, a(s) cena(s) de Nathan Fillion como Simon Williams, ou Wonderman,  foi/foram cortada(s). Só ficou a cena da frente do cinema.

Resultado de imagem para nathan fillion simon williams

Mas é interessante perceber que, ao contrário do primeiro, que era claramente para Chris Pratt brilhar, nesse caso todos têm boas cenas. As fofuras ficam com Baby Groot, as risadas ficam com Dax – os diálogos dele com Mantis (Pom Klementieff) são impagáveis –  e quem rouba o filme, por incrível que pareça, é Michael Rooker.

Resultado de imagem para michael rooker guardians vol. 2

Além disso, ainda há um final realmente emocionante. Realmente me surpreendeu, alguns podem até chorar. Mas, depois disso, não se levante rapidamente quando estiver no cinema. Fique até o final de tudo, porque o filme tem cinco, isso mesmo cinco cenas que aparecem até que os créditos cheguem ao fim. E antes que apareçam novamente em Guardiões Vol. 3, todos eles, inclusive Mantis, estarão em Vingadores 3: Guerra Infinita. Provavelmente será incrível. Mas ainda teremos que esperar um ano, o filme estreia só em 3 de maio de 2018.

Resultado de imagem para guardians of the galaxy vol. 2 gif

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *