fbpx

Kristen Wiig mostra talento dramático em Amores Inversos

Kristen Wigg vem tendo grande sucesso em suas comédias, especialmente com Missão Madrinha de Casamento. Até hoje, entretanto, não consegui achar graça em quase coisa alguma do que ela faz. Em seus filmes  mais recentes como Minha Vida dava um Filme e A Vida Secreta de Walter Mitty, ela já vinha flertando com papéis com um toque dramático com resultados mais ou menos. Agora, com Amores Inversos, que estreou nos cinemas no último fim de semana, ela parece ter mergulhado totalmente no drama. E, segundo a análise de Edu Fernandes, funcionou. Fiquei curiosa pra ver…

Kristen Wiig mostra talento dramático em Amores Inversos

Apesar de ser consenso geral que comédia é mais difícil de se executar do que drama, o Oscar e outras premiações favorecem atuações dramáticas. Esse é um dos motivos que leva atores cômicos a se enveredarem pelo drama de tempos em tempos, como fez Kristen Wiig (Tudo por um Furo) em Amores Inversos.

Ela dá vida a uma cuidadora que abdicou de viver sua vida para servir a outros. Sem amigos e sem amor, Johanna é uma figura de mente misteriosa recorrente em nossas vidas e rara na tela como protagonista.

Ela vai trabalhar na casa de Sr. McCauley (Nick Nolte, de Parker) para cuidar de sua neta, Sabitha (Hailee Steinfeld, de Ender’s Game – O Jogo do Exterminador). O problemático pai da garota (Guy Pearce, de Paixão Inocente) manda um bilhete de agradecimento a Johanna e faz acender uma luz em seu coração. Esse sentimento é encorajado de forma maliciosa por Sabitha e sua melhor amiga (Sami Gayle, de O Resgate).

Kristen e Guy Pearce

A forma como a história se desenvolve a partir daí se dá sem sobressaltos, em uma narrativa envolvente. Os conflitos dos outros personagens também são explorados, o que faz lembrar uma narrativa de telenovela – no bom sentido, que fique claro!

Nesse campo dramático fértil, Kristen faz a festa e mostra sua faceta desconhecida do público. Apesar de Solteiros com Filhos não ser exatamente uma comédia rasgada, em Amores Inversos tem-se um dramão e Wiig está no posto de protagonista.

Em muitas cenas, sabemos o que se passa na cabeça de Johanna apenas pela interpretação, com um semi-sorriso de canto de boca, por exemplo. Mesmo ela sendo uma das melhores comediantes da atualidade, não ficarei triste se a atriz aventurar-se mais em projetos dramáticos.

Existem 1 comentários

  1. Ela realmente me surpreendeu. Concordo plenamente que não seria ruim se ela alterna-se suas comédias de sucessos habituais com alguns dramas um tanto inusitados como esse “Amores Inversos”.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *